Snappy

HostGator Blog

Blog oficial da HostGator

7 dicas para melhorar a velocidade do site

Escrito por Eduarda Delavy

quarta-feira, 05 de outubro de 2016

Share Button

7 dicas para melhorar a velocidade do site

 

A velocidade do site é um elemento importante em SEO, pois os mecanismos de busca consideram a velocidade de carregamento do site como um fator relevante para o posicionamento da página. Isso porque procuram melhorar a experiência do usuário, uma vez que, mesmo que você tenha ótimos conteúdos, a lentidão do site impedirá o seu visitante de receber o conteúdo desejado. Confira no post as formas de melhorar a velocidade do site.

 

 

As dificuldades de acesso podem ser prejudiciais à uma loja virtual, por exemplo, onde um cliente pode até mesmo desistir da compra por causa da demora no carregamento da página.

Outra razão para se preocupar com a velocidade do site são os usuários que utilizam dispositivos móveis: geralmente as conexões móveis são mais lentas que as conexões via desktop, portanto ter um site rápido será um ótimo diferencial.

Para ter um site rápido você precisa realizar algumas otimizações e para auxiliar você nesse processo, nós criamos uma lista com 7 dicas para melhorar a velocidade do site. Veja quais ações você precisa tomar:

 

1- Otimize as imagens

As imagens costumam ser os arquivos mais pesados de um site, por isso preocupar-se com elas é muito importante na hora de otimizar o site.

Uma opção é evitar usar muitas imagens, pois quanto maior for a quantidade mais informações será preciso carregar. Já em alguns sites o uso de imagens é indispensável – e é muito importante ter uma atenção maior nessas otimização, por isso recomendamos usar compactadores para diminuir o tamanho.

Outra opção é utilizar o CSS Sprites – uma técnica em CSS onde você agrupa várias imagens em uma única para depois manipular com o código. Isso faz com que o servidor precise carregar apenas uma imagem e não várias, o que ajuda a deixar o seu site mais rápido.

 

 

2- Abandone recursos desnecessários

Todos os plugins, extensões e scripts externos utilizam espaço em seu site. Algumas vezes usamos mais recursos do que realmente precisamos, então verifique a estrutura do seu site e deixe ativo aquilo que é realmente relevante.

 

3- Revise o código

A parte que o seu visitante não enxerga no site também precisa de atenção. Cuidar do código ajuda no carregamento também, para isso preocupe-se em manter seu código limpo. Se alguém criou o site para você, questione se é possível deixar os arquivos mais leves, pois códigos desnecessários geram um trabalho maior no servidor.

Se você criou o seu próprio site, sabe que foram muitas linhas de códigos até ele ficar pronto, por isso revise e remova trechos desnecessários como: espaços em branco no HTML e JavaScript, muitos arquivos de estilo (CSS) e outros. Ou então utilize alguns programas específicos para compactação.

 

4- Habilite o cache

Uma página em cache é uma cópia idêntica que foi gerada anteriormente e armazenada em um arquivo. Esse recurso de cache é usado para evitar a sobrecarga do servidor, pois com o cache habilitado o site não será carregado inteiramente do zero (como se fosse a primeira vez), pois as informações já estão armazenadas. Melhorando, assim, a velocidade do site.

Em termos mais técnicos podemos dizer que ter um sistema de cache permite que o site seja carregado sem a necessidade de fazer várias consultas ao banco de dados, o que reduz a carga do servidor e diminui o tempo de carregamento.

 

5- Utilize um CDN

CDN (Content Delivery Network em português: Rede de Fornecimento de Conteúdo) é um termo que descreve um sistema de servidores otimizados localizados em diversas partes do mundo que estão interligados através da internet e que trabalham de modo transparente para fornecer a entrega rápida de conteúdos para os usuários.

Utilizando um CDN o desempenho do site é melhorado pois a conexão ocorrerá por um servidor geograficamente mais perto do visitante. Os serviços de CDN mais usados são: CloudFlare e Sitelock CDN.

 

6- Regule os rastreadores web

O web crawler (em português: rastreador web) é um programa de computador que navega pela internet em busca de conteúdo para ser indexado e exibido nos mecanismos de busca. Esse rastreador é utilizado para manter uma base de dados atualizada. O crawler trabalha da seguinte forma: inicialmente ele visita algumas URLs e identifica todos os links nas páginas e os adiciona na lista para visitar.

Mas o problema é que esses robôs realizam muitas requisições no site, essas requisições geram mais atividades no site e no servidor – o que interfere na velocidade do site. Para resolver isso é preciso limitar a quantidade de requisições que o robô realiza.

Para isso é preciso colocar o arquivo robots.txt na raiz da hospedagem e configurar. Esse arquivo tem o papel de criar uma política de acesso, criando um filtro para que você tenha controle das permissões de acesso a determinadas páginas ou pastas do site.

 

 

7- Escolha uma hospedagem de confiança

Contratar uma hospedagem de sites é o passo mais importante na hora de colocar um site no ar, pois é o local onde ficam armazenados todos os arquivos do seu site.

Fazer a escolha da hospedagem envolve muitos fatores pois ter um serviço de qualidade garante segurança para a sua empresa ou blog pessoal. Além de que, contratar um servidor confiável e com alto desempenho também é um aspecto que interfere na velocidade do site.

 

Não se esqueça: Realize testes

Além de todas essas dicas para melhorar a velocidade do site, há também diversas ferramentas que você pode utilizar para fazer um teste de performance.

Com elas você conhece todos os pontos que devem ser melhorados em seu site, assim a otimização pode ser feita com mais rapidez. Acesse o post 5 ferramentas gratuitas para testar a velocidade de carregamento do seu site e conheça mais sobre cada uma.

 

Bônus: Menos é mais!

Diversas vezes adicionamos detalhes extras para deixar o site mais bonito. No entanto, é importante analisar se esses recursos adicionais são realmente necessários, já que podem aumentar o tempo de carregamento da página. Em alguns momentos pode ser mais vantajoso abrir mão de alguns recursos para garantir que seus visitantes tenham acesso a um site com melhor funcionamento e maior velocidade de carregamento.
Lembre-se sempre que os mecanismos de busca procuram por qualidade no desempenho e conteúdo.

 

Ter um site rápido é primordial para manter seus visitantes no site e é um critério fundamental para SEO, por isso é preciso ficar atento à velocidade do site e realizar as otimizações necessárias. Gostou das nossas dicas? Você também aplica elas no seu site?

 


Eduarda Delavy

Sobre Eduarda Delavy

Estudante de Comunicação Social e Mídia Eletrônica. Atualmente cria conteúdos para o blog e redes sociais da HostGator Brasil.

Postado em:

Desenvolvimento, Dicas, SEO
Comentários