Snappy

HostGator Blog

Blog oficial da HostGator

Como escrever bem: 5 dicas para criar a estrutura perfeita para seu post

Escrito por Vanessa Fetter

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Share Button

5 dicas para escrever bem para internet

Você (ou sua empresa) tem um blog mas não está conseguindo “emplacar” o conteúdo que publica? Investigue os motivos, e analise se o seu conteúdo tem mesmo as características necessárias para fazer sucesso com seu público.

Viu que falamos em “sucesso com seu público”? Sim, essa é uma característica essencial: seu post pode ser ótimo, mas se não falar com seu público, dificilmente terá sucesso. 

Comece analisando se os temas que você está abordando têm aderência com o seu negócio, e com seus clientes/leitores. Seus clientes têm interesse nesse assunto, o post traz informações relevantes, ajuda ou responde alguma dúvida?

Sim? Perfeito. Você começou do jeito certo.

Se mesmo assim o seu conteúdo não está fazendo sucesso, talvez o problema esteja na própria estrutura do post. Já pensou nisso? Afinal, ler na internet não é o mesmo que ler um livro, uma revista ou um jornal.

Os cuidados ao escrever para a internet são outros. Saber como escrever bem para a internet ajuda, já que existem algumas regras que podem dar mais destaque para o conteúdo que você está abordando.

 

1. Dê o devido valor ao título

como escrever bem - escolha um bom títuloSe você estiver pensando em SEO (por favor, diga que sim), são no máximo 70 caracteres que você pode utilizar no título. Esse é o limite que o Google exibe nos resultados de suas buscas. Para saber mais sobre o assunto, confira o post O que é SEO e porque é importante.

Um título desinteressante pode condenar seu post ao esquecimento. Então, leve o tempo que achar necessário para escrever variações. Por exemplo, antes de chegar à versão acima, testei pelo menos 10 outras usando a palavra-chave “como escrever bem” – que defini como a palavra que vai conduzir (e definir) todo o conteúdo.

Além de usar a palavra-chave no título (sempre), use recursos que despertam a curiosidade das pessoas. Abaixo, alguns recursos que você pode utilizar para criar um título eficiente:

Muitos outros recursos podem ser utilizados. O importante é você testar, e descobrir quais funcionam melhor com seu público.

 

2. Torne seu conteúdo escaneável

Torne seu conteúdo escaneávelFato: a leitura na web é mais lenta. Alguns estudos apontam que a leitura na internet pode ser até 25% mais lenta.

Para garantir que seu post seja lido (ou pelo menos que as pessoas entendam os conceitos chaves que você está abordando), tornar seu conteúdo escaneável é essencial.

Viu como separamos esse artigo em tópicos? A ideia é essa. Títulos, subtítulos, parágrafos e sentenças curtas dão a impressão de mais agilidade na leitura.

Fazer isso é fácil, como você pode conferir na lista abaixo:

  • Além do título, use (e abuse) de subtítulos
  • Quebre o texto em parágrafos menores
  • Crie listas e tópicos
  • Use negritos, itálicos e outros recursos do tipo
  • Use imagens, gráficos e vídeos

Se você quiser se aprofundar no assunto, confira o post: 5 dicas para produzir conteúdo escaneável (e de qualidade).

 

3. Use links para guiar seus leitores

Use links para guiar seus leitoresLinks são ótimos para guiar seus leitores. Sempre que possível, recomende um texto relacionado ao assunto. Pode ser um outro post do seu blog, outros materiais que você têm publicados (e serão úteis) ou até mesmo um link para outro site.

Utilizamos este recurso nesse artigo, recomendando links que podem aprofundar assuntos como SEO e Conteúdo escaneável. Também temos um link para nossa FAQ, que fala um pouco mais do plugin de SEO que utilizamos no blog. Outros links externos foram incluídos para apresentar algumas ferramentas.

E não tenha medo de fazer links externos: além de aumentar suas chances de ranquear bem seu termo (para isso, garanta que o site externo tenha ligação com o assunto), você pode criar uma conexão com blogs e sites da sua área. Quem sabe você até recebe um link de volta em outro momento.

 

4. Revise o texto em busca de erros

Revise seu textoBuscando um motivo para irritar sua audiência? Acredito que não. Então, tome muito cuidado com a ortografia e a concordância do seu conteúdo.

Regras mudam (no português isso é constante) e alguns erros menores até são perdoáveis, principalmente se o seu texto é mais extenso. Mas erros graves (como escrever “testo” com “s”) são imperdoáveis, e podem fazer com que você perca leitores com muita velocidade.

Para evitar situações como essa, o ideal é revisar, e revisar novamente. Uma dica: se é você que vai revisar, evite fazer isso logo após a conclusão do texto. Deixe para o dia seguinte, com a cabeça mais fresca.

Você também pode pedir para outra pessoa revisar. Marque isso como uma ótima ideia! 🙂

 

5. Comece e termine o artigo pensando em SEO

Invista sempre em SEOSim, você está escrevendo para seu público. Mas nada impede que você também utilize os mecanismos certos para garantir que seu artigo tenha mais visibilidade nos mecanismos de busca como o Google, por exemplo.

Bom, a análise de SEO garante com certeza (muitos) outros posts. Nesse, vamos focar no básico, que você não pode deixar de lado de jeito nenhum.

 

#1. Palavra-chave

Estamos falando do assunto no final do artigo, mas escolher a palavra-chave é um dos primeiros passos ao planejar seu artigo para a web.

Você pode utilizar ferramentas como o Google Trends para escolher a variação da palavra-chave com mais relevância nas buscas. O Google Analytics também pode ter boas ideias sobre as palavras mais utilizadas pelos seus clientes para buscar por seu conteúdo.

O próprio Google dá algumas ideias: por exemplo, se você digitar a palavra principal no campo de busca, algumas variações aparecem automaticamente. Teste digitar “escrever” e veja os resultados relacionados que aparecem.

Escolhida a palavra-chave, não esqueça de utilizar ela no título, na descrição, e de utilizar ela algumas vezes no conteúdo do texto (mas não exagere, nem torne isso artificial).

 

#2. Título

Já falamos sobre a importância do título no início do texto. Agora, voltamos a ele apenas para mais um detalhe: você viu que o título que usamos neste post tem 72 caracteres? Pois é, ele ultrapassou o tamanho ideal, que é de 70 caracteres.

Tenho duas opções: posso mudar o título ou posso utilizar um plugin de SEO para escrever outro título pensando exclusivamente em SEO. É isso mesmo: com um plugin como o WordPress SEO by Yoast (que usamos aqui no blog), você pode fazer essa tarefa facilmente.

Você consegue manter o título que escolheu no seu post, e usar algo com o mesmo significado (e tamanho menor) para os mecanismos de busca como o Google, por exemplo. Bom, foi isso que fiz com esse post. 😉

Lembrando: a palavra-chave deve (sempre) estar no título. A palavra definida para esse post está lá.

 

#3. Descrição

Bom, o trabalho não termina no título. Para escrever um post com uma estrutura “perfeita” você também precisa otimizar a descrição ou meta-description.

Tem dúvidas se sabe o que é a descrição? Trata-se daquele trecho curto de texto que aparece também nos buscadores, logo abaixo do título e do link para seu artigo. O tamanho máximo é de 156 caracteres, como esse mostrado abaixo:

 

Simulação de snippet do Google

Mas por que otimizar a meta-description? A resposta é simples (e você vai querer correr para fazer isso o mais rápido possível): quando o usuário pesquisa pelo assunto que você está abordando, ele encontra vários links e terá que decidir qual é o mais relevante.

Claro, os links que aparecem nas primeiras posições levam vantagem, mas você também ganha visibilidade se conseguir chamar a atenção com a descrição. Então, se você tiver uma descrição ótima, estará um passo à frente dos demais.

 

Então, o que achou nas dicas? Que tal aplicar algumas dessas características no seu blog? Teste e compartilhe os resultados nos comentários. E sucesso com os próximos posts!


Vanessa Fetter

Sobre Vanessa Fetter

Profissional de comunicação e marketing, com formação em jornalismo e especialização em Mídias sociais. Atualmente atua como Coordenadora de Comunicação na HostGator, onde é responsável pelas áreas de produção de conteúdo e mídias sociais.

Postado em:

Marketing Digital, SEO
Comentários
  • Pingback: Tudo que você precisa saber para criar e manter um blog()

  • André

    Ótimo artigo! post memoravel mesmo. Um belo conteudo pois posts memoraveis são a alma de um blog. Parabéns
    Recomendo essa leitura:
    http://www.mozmarketingdigital.com

    • hostgatorbrasil

      Obrigado pelo seu feedback, André. 🙂

  • Carolyne Evelyn

    Adorei as dicas, haha.
    Sou blogueira, e como toda blogueira de verdade, gosto muito de visitar outros blogs, e muitas vezes encontro blogs/sites com conteúdos que até possam ser realmente legais, mas com muitos erros, isso faz com que nós tenhamos até “agonia” ao ler, então os erros acaba expulsando o leitor.
    Beijos :*
    http://www.forevercarol.com.br

    • hostgatorbrasil

      Que bom que gostou, Carolyne. Fique à vontade para sugerir novos temas e dicas! =)

  • Bárbara Cavalcante

    ADORO as dicas do blog !! 😀

    • hostgatorbrasil

      Obrigado, Bárbara! Se tiver sugestões de temas e dicas para o blog, fique à vontade para compartilhar. =)